12/12/2012

O Conto de Fadas

Se você é um fã apaixonado do San Francisco 49ers, como eu, não tem como discordar que vivemos um conto de fadas com a temporada 2011. Eu não sei vocês, mas daqui até o final da vida o Niners pode ser um time 0-16 e eu vou continuar amando e acalentando para sempre aquele jogo de playoff contra o New Orleans Saints. Eu ri quando o Alex Smith marcou o TD correndo. Me desesperei quando o Saints virou o jogo. As lágrimas começaram a cair quando Vernon Davis pegou "The Grab" e, ao vê-lo chorando na sideline, eu simplesmente me ajoelhei, sem acreditar que estava testemunhando aquilo.

Desculpem levar para o lado pessoal. Mas não senti tudo isso só por amar NFL e o Niners. Não só por, meses antes, ter visitado a cidade de San Francisco e simplesmente me apaixonado por aquele lugar! A emoção transbordou porque 2011 foi o pior ano da minha vida. Tanta coisa havia dado errado, que eu chegava a lamentar antecipadamente a possibilidade de ver o Niners perdendo nos playoffs. Após tudo o que aconteceu naquele jogo, com o cronômetro zerado, eu tive a certeza que tudo de ruim de 2011 tinha acabado. Me espelhei em Alex Smith, que viveu sua redenção e marcou seu nome na história da franquia para sempre com aquele desempenho.  Como muitos de vocês, eu cheguei a odiá-lo. Mas, naquele momento, tive a certeza: se ele conseguiu superar o dia em que 70 mil vozes vaiaram e pediram David Carr em seu lugar para levar o Niners a uma vitória como aquela, eu também triunfaria sobre tudo o que me fez sofrer!!!

Até hoje eu não sabia, mas existe um vídeo que traduz toda essa emoção e me fez reviver aqueles momentos. O Felipe Oiko postou  no grupo SF 49ers Brasil do Facebook. Ao assistir, vi que certos momentos realmente são para sempre!

Assistam a versão editada em http://www.youtube.com/watch?v=hUum2i4WCwU e a completa em http://vimeo.com/44971571 . Não percam. Se vocês amam o Niners ou querem lembrar daqueles momentos. Quando estiverem tristes. Ou num momento de dificuldade e descrença na superação de algum problema (que todos passamos ao longo da vida). São imagens inesquecíveis, de uma história que pode acabar com Alex Smith no banco, em outro time, aposentado, o que for! Mas é uma lição de vida!

20 comentários:

Anônimo disse...

Temos histórias parecidas. Todos nós que sofremos na última década merecíamos aquele momento, com Alex Smith mesmo, essa redenção, do jeito que foi, era merecida por todos nós. Pena que a NFC deslizou pelas mãos de K. Willians a baixo.

Lindo vídeo. Lindas lembranças. Esse ano vai ter que ser na marra, mas VAI TER QUE SER.

Obrigado Newtão, sempre "brigamos", eu com meus erros e bobagens, você com as suas, mas é indiscutível que o nível do blog aumentou 20x comparado ao antigo reduto fedorento a mofo, do nada saudoso Mury, continue assim. Temos que juntar essa turma e facer um Niner Encontro brasileiro? Já pensaram? hahha

abraço!

kado

Nilton Sergio disse...

Eu que agradeço a audiência, Kado... sua e de todos que tem movimentado tanto o blog nos comentários. O Gabriel Mury ainda é o "cara" do blog, ele só não tem tido tempo de postar...

Eu quis assumir esse espaço muito em virtude desse jogo contra o Saints. Antes dele, eu curtia demais NFL, era torcedor sim do Niners. Mas após aquele TD do Vernon Davis, a coisa extrapolou!
Hoje, eu tenho um amor diferente pelo Niners, pelo que ele me proporcionou naquele dia e nos meses seguintes. Aquela emoção de aninhou na minha alma, aquela vitória me empurrou para dias tão melhores, que nem os dois fumbles do Kyle Willians puderam ofuscar!

Claro que eu sonho em ver o Niners vencendo um Super Bowl. Mas, garanto, por tudo de bom que aquele dia me trouxe, se parasse por ali já estava maravilhoso!

Anônimo disse...

É disso que é feito um fanatismo mesmo. Eu sou do Rio Grande do Sul, tive minha infância nos anos 90, onde vi o tricolor amassar todos que passaram pela frente, só não o vi conquistar o mundo por detalhe, nos penais, com 1 a menos a maior parte do jogo.

Aquele dia foi mágico mesmo, estava sozinho em casa com um fardo de cervejas, e comemorei exatamente como faria se tivesse o Grêmio passado as finais da libertadores de forma épica, perspicaz, guerreira. De vitórias assim que se faz a paixão por um clube. Espero que possamos compartilhar mais dessas juntos.

kado

juce disse...

Simplesmente .....EMOCIONANTE

Parabens Nilton, e a todos nós, por sermos torcedores desta gigantesca franquia e por podermos ter este espaço para expressarmos nossas emoçoes, opinioes e até mesmo nossas frustracões....

Grnd abç a todos

Anônimo disse...

O vídeo é realmente de arrepiar! Comecei a acompanhar a NFL no ano passado. Assisti alguns jogos e simplesmente me apaixonei pelo esporte. Passei a pesquisar para compreendê-lo melhor, pois não entendia absolutamente nada. Aí assisti a alguns jogos dos 49ers e ganhei simpatia pelo time, assim como por outras franquias. Mas aos poucos a simpatia foi aumentando até que ao final da temporada regular escolhi torce por um time que era os Niners. Mas ainda gostava de ver os times mais fortes (pois ainda não tinha aprendido ainda sobre a rivalidade), pois seus jogos eram agradáveis de se ver. Ai veio o jogão SF vs NO. Sabia do superataque dos Saints e temia por isso. Conhecia também nossa superdefesa, o que me deixava mais aninado, mas nosso ataque ainda reduzia o meu ânimo. Daí veio os 17-0, e pensei: “Tão fácil?” E o Drew Brees resolveu aparecer. Virada no final do jogo. Teríamos que fazer um superdrive que os Saints não nos permitia fazer desde o primeiro quarto. E Smith corre para TD! Foi um espetáculo. Pensei nos 30 anos que perdi por não conhecer aquele esporte. Mas Brees de novo. Putz! Olhei para o meu cunhado e disse: “É cara, não deu, né. Mas foi legal, o jogo foi excelente, mas o time deles é espetacular e deve ganhar o SB. Eles mereceram!” Contudo, continuei vendo o jogo já conformado e acontece o passe para Davis que nos colocava na linha de 20 jardas. Opa, já dava para ir para o OT. Mas Smith não estava satisfeito e aos 14 segundos: The Catch III!!! Cara chorei junto com Davis, até hoje vejo o jogo quando estou para baixo. Naquele momento, descobri: SOU NINERS!!!

Marlon

Renato disse...

Acabei de assistir. Incrivelmente emocionante. Parabéns Nilton. Grande dica e achado.

Raul disse...

É por isso que eu tenho defendido que esse espaço seja melhor aproveitado do que simplesmente falar sobre os jogos, de como o time foi bem ou mal. É por isso que eu tenho defendido que os comentários sejam feitos com mais embasamento e em um nível mais profundo do que dizer: Determinado jogador é idiota, ou burro, ou o QB não serve, ou que o Kicker deva ser aposentado.

Se o esporte não for para nos ensinar essas lições, vejo que não serve de nada. Torcedores se matam por causa de um time, ou amaldiçoam gerações de jogadores, técnicos, juízes etc. De que serve td isso?

Muitas vezes defendi aqui o Alex Smith, não poe eu achar que ele é um grande QB, mas um cara que supera adversidades como essa, merece o meu respeito e o de todos. VC não precisa querer ter ele no seu time, mas respeite-o como homem que é. E não só os jogadores de Futebol Americano, ou estrelas da mídia, pessoas conhecidas etc. Quantos são os heróis anônimos, que tem muito a nos ensinar?

Parabéns ao Nilton pela iniciativa de se expor, falar de suas dificuldades pessoais. Acho que isso humaniza mais a coisa toda. Podemos aprender a discordar de pontos de vista, mas sem nunca perder o respeito e o valor que damos ao outro.

Vejo também que esses comentários, se não for para acrescentar algo em cada um, que seja um pouco mais do que saber sobre jogadas estatísticas ou se vamos ou não para o superbowl, também não faz muito sentido pra mim.

Apoio a ideia de um encontro entre os torcedores dos niners. Moro em SP e ofereço até minha casa se isso for útil.

Abs

Raul

Nilton Sergio disse...

Agradeço a todos pelos elogios. Só quis colocar em palavras o que um aparentemente simples jogo de futebol americano fez por mim. Não que o TD do Vernon Davis tenha resolvido os meus problemas. Ele me ajudou a enxergar que eu tinha força para superá-los!

Ótima a ideia do encontro dos fãs do Niners. Eu moro em Santos (SP) e também ofereço minha casa (e a praia...rs..) para realizá-lo!

juce disse...

No meu caso q moro em SC......to fudido entao!!!!rsrsrsrsr
Mas se realmente tiver esse encontro, darei um jeito de estar presente!
E parabens Raul pelo seu comentário

Abç

José Lages disse...

Nilton, muito legal sua história. Eu comecei a rir quando li que você se ajoelhou em frente à TV... Eu tb!!

Depois fiquei deitado no chão, não podia acreditar no que o Smith tinha feito e comecei a chorar quando revi o bloqueio do Staley. (na verdade ele se joga!) Cara, o niners tem que aposentar o no. 74, que jogador!

Eu comecei a acompanhar a nfl em 96, assisti ao finalzinho do Young e tenho um boneco do Montana na estante da minha sala. O que me levou a gostar do niners? Não sei como dizer, simplesmente não sei! Só sei que sou apaixonado por esse time!!

Voltando ao Alex, cara, esse maluco é foda! Ele passou por tudo e sempre de cabeça erguida, não se deslumbra com o dinheiro (ele é muito simples na verdade) e um ótimo colega para todos no time.

Ele é o que os americanos chamam de 1st class. Acho que seus filhos podem se orgulhar do pai que tem.

Eu só queria que ele tivesse mais gana, mas sangue nos olhos, mas raiva! Infelizmente não tem.

Acho que sua carreira vai seguir para o ocaso, mas ei! Assistimos ao seu auge e ficará pra sempre marcado na história no 49ers.

Desejo tudo de bom pra ele. Às vezes fico pensando que se o niners ganhar o SB esse ano, o anel que ele terá vai ser muito, mas muito merecido!

Eu moro em Ribeirão Preto e tô dentro desse encontro. Que tal no SB? Dá tempo da galera se organizar. Moro num ap pequeno, mas me coloco à disposição pra ajudar nesse encontro 49!!

Abraço!

Igor Mello disse...

Os frequetadores deste blog poderiam se juntar ao nosso grupo no face

Jonathan Barros disse...

Caara, depois de assistir a esse vídeo, só peço uma coisa: Alex Smith starting QB!

Emmanuel disse...

Depois do video cheguei a seguinte conclusão,o nosso trunfo nessa nova era,não é nem QB,nem defesa,muito menos Special Team,nosso maior trunfo chama-se Jim Harbough,ESTE HOMEM É O RESPONSÁVEL PELO RETORNO DO NOSSO NINERS AO STATUS DE UM DOS MELHORES TIMES DA NFL.

Roberto Gherardini disse...

Nilton e José Lages, acho que foi "ajoelhamento" em massa, pois fiz a mesma coisa (além de chorar é claro). Sou apaixonado pelo Niners desde 1990, quando o Luciano do Valle e a Bandeirantes começaram a transmitir os jogos (com uma semana de atraso). O primeiro jogo que eu assisti foi o Superbowl contra os Broncos. De quebra vi Joe Montana e Steve Young no mesmo jogo contra o Elway. Lógico que, na época, não dei muita importância para o evento, mas foi paixão a primeira vista pelo Niners. Desde então passei a ter verdadeira adoração pelo Montana. Quando ele foi para Kansas o meu coração dividiu um pouco, mas continuei Niners, apesar de desconfiar muito do Young até vencer o Superbowl da temporada 94/95. Sofri (e muito) com as duas derrotas para o Dallas, nos play-offs de 92 e 93, e também (mas nem tanto) nas duas derrotas para o Green Bay. Ambas seguidas de vitórias nos anos subsequentes. Confesso que após o escândalo que culminou com a saída do Debartollo, além da aposentadoria do Young, não acompanhei de perto as campanhas do Niners, apesar de ter assistido a todos os Superbowls dos últimos 22 anos. Foi em um jogo contra o Cardinals em 2009, numa atuação espetacular do Alex Smith, que voltei a acompanhar assiduamente, tanto que levei minha esposa e meu filho, de apenas um ano e meio na época, ao Candlestick em 2010, num jogo justamente contra o Saints. Mas esse divisional play-off foi realmente um marco. Deve ter aumentado muito a nossa torcida, especialmente no Brasil. É um dos jogos que fazem parte da minha DVDteca, junto com todos os Superbowls e a final da NFC de 1981, com o The Cath, contra os Cowgirls. Acho legal esse encontro e, caso ocorra, farei de tudo para comparecer. Concordo com o Emmanuel: O Harbaugh é um marco na nossa franquia e, como não acompanhei o Bill Walsh, o nosso Jim é o cara !!!

Biel disse...

quase chorei vendo o video

Anônimo disse...

Bill Walsh em minha opinião foi o melhor HC que a NFL ja teve, Jim Harbaugh e discipulo de walsh que o contratou para ser HC da universidade de stanford e tinha altas expectativas sobre ele, infelizmente walsh morreu antes de acompanhar seu pupilo no seu primeiro jogo por la.

Eu tive a oportunidade de acompanhar a carreira de walsh desde de quando ele começou a treinar os niners, o homem era um genio em todos os aspectos, e graças ao seu perfeccionismo me fez ser apaixonado pelo niners, sua dedicação ao detalhe uma dinastia que pra mim foi a maior da NFL, harbaugh não e walsh mas aprendeu bem com o velho mestre os segredos para se ter um time vencedor tanto ele como greg roman, nao ha como explicar ser apaixonado pelo niners é algo com que vc nasce e pronto, aquele jogo contra o saints que foi considerado pela NFL o jogo do ano com aquele passe do smith para vernon davis que foi chamado o the catch III nos fez reviver por alguns segundos aquele time do niners que nos encantou nos anos 80, tanto com montana, como steve young quando associei as cenas ai chorei aquele momento me deu orgulho de ser torcedor do niners e reviver minha admiração por bill walsh que e o responsavel pelo niners ser a franquia que é pela historia que ele escreveu e esperamos que harbaugh faça o mesmo.

Alessandro

Anônimo disse...

Ganhoooo p.orraaaaaa! Que jogo épico!

Paulo Sorocaba disse...

Hahaha, a previsão estava certa, essa temporada tem sico assim:
2 vitorias consecutivas e depois uma derrota ou empate.
Não deu outra ontem, a segunda vitória consecutiva, agora vamos ver se vamos perder para o Seatle.



Schedule 2012
Week Date Opp Info
1 9/9 @ GB W 30-22
2 9/16 vs. Det W 27-19
3 9/23 @ Min L 24-13
4 9/30 @ NYJ W 34-0
5 10/7 vs. Buf W 45-3
6 10/14 vs. NYG L 26-3
7 10/18 vs. Sea W 13-6
8 10/29 @ Ari W 24-3
9 Bye Week
10 11/11 vs. StL T 24-24 (OT)
11 11/19 vs. Chi W 32-7
12 11/25 @ NO W 31-21
13 12/2 @ StL L 16-13 (OT)
14 12/9 vs. Mia W 27-13
15 12/16 @ NE W 41-34
16 12/23 @ Sea
17 12/30 vs. Ari

Neto Borges disse...

Foi o jogo que me fez começar a torcer para o Niners. Eu sempre acompanhei a NFL somente pelo esporte, mas depois dessa partida me identifiquei demais com o time...

e esse filho da puta roubou a minha ideia! kkkkk

Anônimo disse...

Hi there, I enjoy reаding all оf your artіcle.
I wanteԁ to wгite a little сomment to support
you.

Also visit my web page: v2 cigs reviews