05/05/2008

Pequena análise do elenco atual do 49ers - Ataque

Bom, me pediram para falar um pouco dos LBs do 49ers. Ao invés disso, vou aproveitar o término do minicamp e falar do time todo, começando com o ataque. Porém, antes disso, cabem algumas considerações:

1 - O 49ers conta hoje com mais de 80 jogadores em seu roster. Uma boa parte desses, obviamente, só está fazendo número e não há a menor possibilidade de entrarem no time. Por isso, vou deixá-los de fora.

2 - Ainda assim, é muito cedo para se falar em titulares ou reservas. Ora, algumas posições sequer tem titulares definidos. Portanto, nada de tirar conclusões precipitadas. Sendo assim, vamos às posições:


Só um desastre tira o posto de titular de Alex Smith

QBs - Alex Smith, Shaun Hill e J.T. O'Sullivan

Em tese, essa é a grande competição dessa pré-temporada. Porém, eu mantenho minha opinião: isso tudo é historinha. O posto de titular é de Alex, e ele só o perde se fizer muita besteira. Hill deve ser seu reserva imediato. Já O'Sullivan é um queridinho de Mike Martz e também deverá fazer parte do roster final. Sua principal vantagem é já estar familiarizado com o sistema de Martz.

Frank Gore: a peça central do ataque de Mike Martz

RBs - Frank Gore, Michael Robinson, DeShaun Foster e Thomas Clayton.


Aqui não há a menor dúvida: Gore é o titular absoluto e quem disso discordar, favor procurar ajuda psiquiátrica. Martz já avisou que o RB de Miami será a peça central de seu ataque e que o utilizará de diversas maneiras. Foster terá a missão de aliviar Gore nas 1as e 2as descidas enquanto que Robinson deverá ser o RB de 3as descidas, especialmente nos passing downs. Robinson é um dos jogadores mais inteligentes do elenco e isso o ajuda especialmente nas blitz pick ups.

Jason Hill pode surpreender. Mas para tanto, precisa permanecer saudável.

WRs - Isaac Bruce, Bryant Johnson, Arnaz Battle, Jason Hill, Ashley Lelie, Josh Morgan.


O 49ers continua sem um WR #1. Entretanto, esse grupo é o mais forte desde a era Terrell Owens. Bruce (mesmo com toda sua idade) e Johnson parecem estar em vantagem, mas Martz vem elogiando muito Hill e Lelie. Lelie é mais rápido dos nossos WRs enquanto que Hill tem muito talento, mas sofreu com seguidas lesões em sua primeira temporada. Battle é razoável, mas nada mais que isso, enquanto que Morgan é o grande azarão. Terá de se esforçar para convencer Nolan a levar 6 wideouts.

Vernon "The Duke" Davis é titular absoluto e terá a chance de mostrar seu valor.

TEs - Vernon Davis, Delanie Walker, Billy Bajema.

Outra posição que não terá novidades. Davis será o titular, com Walker o substituindo. Bajema continuará sendo o especialista em bloqueios. Todos os 3 estarão no roster final. Martz também comentou que pretende usar Davis em praticamente todas as posições do campo.

Joe Staley será o LT do 49ers por muitos anos.

OL - Joe Staley, Adam Snyder, Eric Heitmann, David Baas, Jonas Jennings, Damane Duckett, Chilo Rachal, Tony Wragge, Cody Wallace.

Staley é a estrela absoluta desse grupo, porém talvez Adam Snyder seja o OL mais valioso, atuando em todas as posições, exceto a de center. Baas foi a primeira escolha da 2a rodada do draft de 2005 (depois do Patriots ter selecionado Logan Mankins uma escolha antes) e terá sua primeira chance real de mostrar seu valor. É uma pequena que esteja lesionado, mas espera-se que isso não o atrapalhe tanto. Esses jogadores são presença garantida na OL titular.

Já os demais terão de competir por seus postos. Jennings é bom jogador, mas parece que é feito de vidro, o que Nolan detesta. Seu reserva imediato é Duckett, um ex-DT que o 49ers converteu em OT e vem se mostrando promissor. Porém, é difícil que consiga tirar o posto de Jennings. Na realidade, é mais provável que, caso Jennings se machuque, Snyder seja deslocado para RT. O caso de Heitmann também é interessante: ele foi uma escolha do regime anterior ( a infame dupla Ericksson e Donahue). Quando Nolan chegou, imaginou-se que Heitmann teria vida curta, já que é um pouco pequeno para os padrões do atual treinador. Porém, ele conquistou Nolan e McCloughan com ótimas partidas e exercendo grande liderança sobre o elenco. Infelizmente, como todos se lembram, ele quebrou a perna em 2006 num jogo contra o Seahawks e só retornou na temporada passada. E o que se viu foi um Heitmann irreconhecível: os defensores fizeram gato-e-sapato dele. Com a escolha de Cody Wallace (um reach, na minha opinião), talvez signifique que Nolan e cia. não acham que o C voltará a sua forma pré-lesão. Ainda assim, ele é o C titular até que se prove o contrário.

Quanto a Rachal, ele é presença certa no roster final, mas só deve entrar em caso de lesão.

Talvez eu poste a parte sobre a defesa ainda hoje.


5 comentários:

Ayrespessoa disse...

Muito boa análise do ataque Gabriel, que realmente temos tudo para começar a produzir com Martz. Fico na torcida pro Chilo amadurecer rápido e quem sabe tomar o lugar do Jennings.

Já estou curioso pela análise da Defesa, que apesar de ser o nosso ponto forte, acho que vai ser bem mexida. E o Balmer finalmente vai ser DE ou NT? Vai ser um acionador de partida esse ano? Quem será nosso "TED"?

Go Niners!!!

Bruno disse...

O foda é que o Jennings sadio com o Staley do outro lado deixariam nossa OL muito boa. Jennings é excelente jogador, mas não podemos contar com ele. E eu espero o Chilo Rachal contribuindo do meio pro final da temporada e tomando o lugar do Bass ou do Snyder.

O Balmer vai ser LDE segundo o Nolan, mesmo porque ele é leve demais e talvez muito alto para ser um NT. Talvez ele evolua para isso, mas ele deve ter mais impacto atualmente como DE.

E a posição de TED é a mais incerta da nossa defesa. Ulbrich, Thomas, os novatos Grant e Butler (que parece o grande steal do 49ers nesse período de draft) e ainda os rumores do Takeo Spikes.

E eu espero que o Dashon Goldson tome a vaga do Mark Roman. Ele parece ter feito um excelente mini-camp e faz tempo que não temos um playmaker na posição de FS.

Rodrigo disse...

Pelo q eu li no blog do Maiocco, o Roman não tem a vaga ameaçada pelo Goldson... Só vamos ver o Goldson em campo qd estiver em formação Dime (com 6 DBs em campo), pois ele é melhor na cobertura que o Roman. Isso tb vale pra jogadas em que o Michael Lewis vá p/ blitz ou fique junto dos LBs, já q precisariamos de alguem pra cobrir o espaço de 2 jogadores. Será o Reggie Smith entraria pra fazer esse papel do Goldson tb?

Estou encucado com 2 coisas relativas ao draft:

- se o Balmer não tem tamanho p/ ser NT, pq o draftamos??? Não dá p/ nosso 1st round pick ser reserva do Sopoaga... E nem o Sopoaga pode ser reserva devido ao salário q nós pagamos a ele. Pq não pegamos Red Bryant, q era o NT perfeito e fomos de pass rush no 1st round?
- Cody Wallace realmente era o melhor OL disponível no draft? Até o próprio cara disse ter se surpreendido em ser escolhido no 4o round! O Carl Nicks tinha talento de 2nd round, mas por fatores extra campo caiu até o fim do 5o round e nós nem olhamos pra ele... Agora estamos com 3 centers no nosso roster... Qual dos 3 vai ter capacidade pra virar guard?

Olhando esses pontos, fico achando que nossa draft não foi dos melhores... um C ou C- na melhor das hipoteses.

Com relação ao nosso TED LB, gostaria muito de ver o Spikes nessa posição, mas imagino q ele esteja receoso em partir pra cima dos OLs adversários devido a recente lesão no ombro.

Gabriel Mury disse...

Rodrigo,

o Balmer realmente é um pouco pequeno para NT (de peso), mas o consenso na liga é que ele tem bastante leverage (ou seja, joga bem abaixado). O 49ers não o está usando como NT porque Nolan só quer que ele aprenda uma posiçào nessa temporada, para que não fique muito difícil para o novato.

Quantos aos centers, na verdade nós só temos 2 centers de fato: Heitmann e Walalce. Wragge é OG que pode jogar de center, assim como David Baas. Muita gente aposta que no futuro, Baas irá para o posto de Center enquanto que Rachal ocupará sua vaga de Guard.

Lembrando que um time só pode levar 7 OLs para o jogo, portanto, é fundamental ter jogadores como Adam Snyder, que atuam em quase todoas as posiçòesõ

Bruno disse...

O Sopoaga pode jogar de NT como na temporada passada e nossa DL seria Balmer - Sopoaga - Smith. Dependendo da jogada, o Nolan pode colocar o Smith pra correr no QB em pé, enquanto a DL seria Sopoaga - Franklin - Balmer. Nós temos agora uma boa rotação na DL, que inclusive vai contar com Ray McDonald, Ronnie Fields e por aí vai. Espero que com essa rotação, nossos OLBs estejam mais livres para pressionar o QB adversário.