23/04/2007

Apresentação, Free Agency e Draft.

Geralmente se começa um blog com uma apresentação do autor. Mas, como faltam 5 dias para o draft, não há tempo para essas enrolações. E como a maior parte dos meus visitantes deve ser composta por frequentadores do DIARIONFL, então a maior parte deles já deve me conhecer. A propósito, ainda estou aprendendo a mexer no blog, mas como toda pessoa feia gosta de dizer: "o importante é o conteúdo".
Bom, vamos ao que interessa.

O San Francisco 49ers, um dos times de maior tradição da NFL, está num processo de reconstrução que já vai para seu terceiro ano. A outrora poderosa dinastia deu lugar, no início do novo século, a um time patético comandado por comissões técnicas (leia-se Terry Donahue e Dennis Erickson) ainda mais ridículas. As coisas começaram a mudar quando, em 2005, o 49ers anunciou a contratação de Mike Nolan, filho de Dick Nolan, que foi treinador do 49ers na década de 60. Mike Nolan era o coordenador defensivo do Baltimore Ravens e chegou com o aval de Bill Walsh, o grande arquiteto da dinastia do 49ers na década de 80. O dono do time, John York, famoso por ser pão-duro e não entender nada de FA, mudou completamente sua atitude. Não só se comprometeu a abrir a carteira, como a dar poderes absolutos a Nolan. NENHUM treinador da NFL tem hoje o poder de Nolan nos 49ers.
Mike Nolan, atual treinador do San Francisco 49ers.
2005 - Nolan herdou um time 2-14 e, com a primeira escolha do Draft de 2005, selecionou o QB da universidade de Utah Alex Smith. No primeiro ano sob seu comando, a escolha mostrou-se desastrosa. Com uma O-line fraca e WRs medíocres, Smith sequer parecia um QB de NFL. O restante do time, porém, mostrou progresso e terminou o ano 4-12, dobrando assim o número de vitórias do ano anterior.


2006 - Selecionou o TE da universidade de Maryland Vernon Davis com a sexta escolha no Draft, e fez 2 excelentes aquisições na Free Agency: o Guard Larry Allen e o CB Walt Harris. Ambos foram ao Pro-Bowl. Porém a grande surpresa da temporada foi o RB da universidade de Miami, Frank Gore, selecionado na terceira rodada do draft de 2005. Gore, teve uma carreira espetacular na Universidade, mas teve lesões seríssimas nos 2 joelhos e muito acreditavam que não havia a menor chance de ele aguentar o ritmo da NFL. Pois o garoto simplesmente QUEBROU os recordes do 49ers em jardas corridas num jogo (contra o Seahawks, correndo 212 jardas) e na temporada (correu 1695 jardas), além de ter atuado em todos os jogos. Outra surpresa foi Alex Smith, que mostrou que não queria ser a piada da liga e dobrou seu QB rating de miseros 40 para regulares 80. É pouco para uma primeira escolha, mas se mantiver esse progresso, sabe-se lá onde o garoto vai parar. O TE Vernon Davis marcou um TD na primeira vez em que tocou na bola na NFL, contra o Cardinals, mas quebrou a perna no terceiro jogo e só voltou no final da temporada, porém mostrou muito talento, criando bastante expectativa acerca de seu segundo ano.


2007
O 49ers entrou no ano de 2007 com 40M abaixo do CAP. Dinheiro de sobra para fazer contratações, e Mike Nolan não decepcionou. Trouxe o CB Nate Clements (um contrato de 80 milhões de dólares), o SS Michael Lewis, o WR Ashley Lelie, o OLB Tully Banta-Cain e o NT Aubrayo Franklin, entre outros. Com isso o time pode entrar no Draft mais tranquilo, já que não vai precisar de titulares pra todas as posicões, como foi o caso dos anos anteriorers. Segundo o VP Scot McCloughan, braço direito de Nolan: "nos anos anteriores, quando chegava nossa vez de escolher, nós nem olhavávamos pro nosso time, pois sabíamos que quem estivesse disponível iria vir pra ser titular. Agora é diferente."




O Draft



O 49ers está em excelente posição no draft de 2007. Tem 8 escolhas nas 4 primeiras rodadas num draft que possui uma classe muito boa. Vejamos quais são as principais carências do Niners por ordem decrescente:

D-Line - A linha defensiva precisa de séria ajuda. Nolan quer implementar o esquema 3-4, que exige jogadores bastante pesados que consigam ocupar 2 bloqueadores ao mesmo tempo. No momento a D-line do 49ers é a seguinte: Young - Franklin - Fields. Contudo, o lendário Bryant Young tem 34 anos e Franklin era reserva no Ravens. Fields é jovem e mostrou talento ano passado, porém é um jogador para o futuro. O 49ers precisa de alguém pra entrar nessa linha JÁ! Possíveis escolhas (só vou colocar da primeira pick, no caso a décima-primeira): NT Alan Branch, DE Adam Carriker e DE Jamaal Anderson.

Wide Receivers - Pode-se dizer que a necessidade por WRs é maior que por D-linemen. Porém, como se trata de um draft repleto de WRs, não acredito que Nolan irá gastar sua primeira escolha num recebedor. O WR corp do niners atualmente é: Lelie - Battle - Gilmore - Williams. É possivelmente o pior da liga. Caso o niners decida ir de WR na primeira escolha, a única possibilidade me parece ser Robert Meachem. Ted Ginn e os Dwaynes (Jarrett e Bowe) são muito arriscados.

Linebackers - O 49ers tem um bom grupo de Linebackers. Trouxe o pass-rusher Banta-Cain, tem o promissor novato Manny Lawson e o surpreendente Brandon Moore, que entrou no time no meio da temporada e foi o líder de sacks. Entretanto, os outros MLB não inspiram confiança. Derek Smith foi um ótimo LB, mas está velho e com um problema na vista que ninguém ainda sabe como vai ficar. Jeff Ulbrich perdeu o posto de titular (virou special-teamer), apesar de a comissão técnica gostar dele por sua inteligência (provavelmente vai virar técnico quando se aposentar). Além disso, como o niners vai de 3-4, o time vai precisar de uns 8 ou 9 LBs no elenco. A escolha possível (e aliás, a mais provável) é o LB Patrick Willis da Ole Miss University. Nolan treinou Willis no Senior Bowl e ficou de queixo caído com o moleque. Algumas pessoas acham que o Willis é um jogador de 4-3 e não daria certo num 3-4. Por isso, conversando com o Draft Expert Chris Horwedel, perguntei a ele se achava que Willis teria sucesso num esquema 3-4. Ele me respondeu: "Sem querer ser simplista, mas Willis é O JOGADOR defensivo desse draft e terá sucesso em qualquer esquema no qual seja colocado."

O-line - A linha ofensiva do niners tem um sério problema: o RT Kwame Harris. Harris é um bom bloqueador para corrida mas é talvez o pior bloqueador para passe de toda liga. Com a décima-primeira, o 49ers talvez tenha a chance de pegar o OT Levi Brown. O colunista do Press Democrat e maior autoridade sobre o 49ers na imprensa, Matt Maiocco, vem bancando essa possibilidade, mas muita gente acha arriscado e dizem que Levi Brown têm uma forte possibilidade de ser um "bust" (jogador que fracassa na NFL).

FS - O FS do Niners no momento é Mark Roman, que é apenas regular. Porém, o único FS que vale a pena draftar com a décima-primeira escolha não vai estar disponível: Laron Landry. Caso ocorra um terremoto e ele caia de para-quedas no 11th, então Nolan provavelmente o draftará.


Quem será?


Patrick Willis, provável escolha do 49ers no Draft 2007.
Minha aposta é que o Niners seleciona Patrick Willis. Não só é extremamente talentoso, mas possui todas as qualidades que Nolan tanto preza: caráter, inteligência, liderança e competitividade. Eu apostava em Carriker, mas o nome dele perdeu força ultimamente e Branch possui nuvens bastante negras pairando sobre si.

Finalizando, o 49ers vai para o Draft como um time em franca ascensão (apontado por muitos como a provável surpresa da tempoarada) e espera-se que, sob a batuta de Mike Nolan , consiga reviver os tempos de Walsh, Montana, Rice e cia.

3 comentários:

Bruno disse...

Blog muito legal por enquanto...ja botei nos favoritos...

Gustavo Alkmin disse...

Ja adicionei la cara. Valeu por colocar o blog do Patriots aqui, tomara que essa idéia dos blogs para as torcidas do FA pegue aqui no Brasil, assim será mais fácil do povo acompanhar cada passo dos times. Abraço!

Gabriel Mury disse...

Obrigado Bruno. Sempre que puder deixe seus comentários aí.

Gustavo, pois é agora já pintou o blog do Bears, (http://bearsbrasil.blogspot.com). A galera parece que se animou mesmo! :)