21/09/2008

Detroit Lions 13 x 31 San Francisco 49ers

O jogo de ontem foi um jogo bem difícil de se avaliar. Antes de mais nada, foi contra o Detroit Lions, o que já tende a complicar as coisas, uma vez que você tem que ficar especulando o quanto foi mérito do 49ers e o quanto foi demérito do adversário. Além do mais, houveram falhas e o Detroit chegou a se animar um pouquinho no 3o quarto, quando o 49ers finalmente matou o jogo com o TD do Allen Rossum.

Dito tudo isso, foi uma ótima exibição e vitória é sempre vitória.

O "Cientista Louco", Mike Martz, a cada dia mais parece o Head Coach da equipe. Fica ali na lateral do campo, isolado do resto do time. Acho que ele não gosta de ficar com o Nolan no ouvido mandando ele correr com a bola.

E está ficando difícil não gostar do "Mad Mike". Seu ataque é empolgante, ele está sempre um passo a frente da defesa e não tem o menor medo de arriscar. Mesmo nas derrotas (e temos uma sequencia duríssima pela frente), será divertido assistir esse time.


ATAQUE

Quando Martz chegou, havia o medo de que ele iria abandonar o jogo corrido. Nada disso vem acontecendo. No jogo de ontem, o 49ers correu com a bola em 31 jogadas, 27 atarvés de Frank Gore, que conseguiu 130 jardas (mais umas 30 pelo ar). Gore está talvez em sua melhor forma física, e seu trabalho é facilitado pelo jogo aéreo da equipe, que segue excelente.

E o grande responsável por isso (fora Martz) é J.T. O'Sullivan, número 4 da NFL em passer rating (ou 5, dependendo da atuação de Phillip Rivers logo mais). O ex-Lions em muito se assemelha a Jeff Garcia, porém com um braço bem melhor. A precisão de seus passes chega a assustar.

Ele foi ajudado por uma ótima atuação da OL. Staley parece estar mais adaptado à posiçào de LT, enquanto que Barry Sims vem sendo uma ótima surpresa. Adam Snyder também se destacou.

Quanto aos recebdores, Issac Bruce caiu nas graças da torcida (que berrou o tradicional "Bruuuuuuuce" em seu TD), mas todos os WRs estão indo muito bem. Até o FB Zak Keasey fez excelente partida, assim como o TE Delanie Walker.

Como nem tudo são flores, o TE Vernon Davis fez uma partida para esquecer (sim, eu sei, ele bloqueia bem, mas não foi para isso que nós o draftamos com a 6a escolha). Dropou pelo menos 2 bolas fáceis, incluindo uma que seria um TD de 80 jardas. Se quer ser o melhor TE da liga, como ele faz questào de salientar em quase toda entrevista, tem que aprender a receber. Seu melhor momento foi um passe curto que ele transformou num ganho de 17 jardas.


DEFESA

A secundária foi o ponto forte da defesa do 49ers. Conseguiu anular os excelente WRs do Lions, e ainda conseguiu uma INT de Tarrell Brown. Minhas suspeitas a respeito de Clements estavam certas: ele realmente parece ter simplesmente relaxado contra o Seahawks. É a única explicação.

Os LB não apreceram muito (salvo os 2 sacks de Haralson), tendo sido os destaques a cobertura de Lawson (anulando o TE adversário) e um hit de Spikes em Roy Williams.

A linha defensiva está melhorando, com destaque para o MONSTRO Justin Smith, com 1 sack, 1 FF e 1 INT! Outros que brilharam foram o DE Roderick Green e o DT Issac Sopoaga.


SPECIAL TEAMs

Outra unidade que melhorou muito. Andy Lee finalmente teve uma boa atuação, assim como o coverage team (embora ainda haja problemas).

Allen Rossum é um bom retornador, e ontem encontrou tempo até para fazer um TD no ataque!

O destaque negativo fica para o K Joe Nedney que errou um FG de 41 jardas. Com isso ele já errou esse ano 2 FG, o mesmo número de TODA sua última temporada.


6 comentários:

Anônimo disse...

So far, so good!

Pelo menos nessa temporada temos sempre uma boa esperança antes dos jogos.

Acho que podemos aprontar em New Orleans.
Greatest Show on Turf part II?

Allan

Dudu disse...

acho q nosso ataque pode se dar bem com os saints, o problema será marcar mais pontos que eles...

Anônimo disse...

ISSO É VERDADE!

DIEGO

Bruno disse...

Nós temos a sétima melhor defesa contra o passe na NFL e acho que sem o Colston, podemos segurar o Brees.

Eu não gosto do Bush, acho ele MUITO overrated e quase um bust, mas ele sempre joga bem contra a gente. Se mantermos ele fora do jogo, nosso ataque consegue a vitória contra o queijo suíço que é a defesa do Saints.

kadu disse...

Lembra do jogo contra o Cards, qdo Strickland marcou o Boldin
e ngn entendeu?

Parece q nesse jogo, a mrcação foi homem a homem:
Clements no Johnson
Harris no Williams
Brown no Furrey

Funcionou!!!

Dudu disse...

Eh bom mesmo ganhar dos saints pq depois serão pats, eagles e giants duma vez...