18/09/2007

Resumo da coletiva de imprensa de Mike Nolan

Por sugestão do Allan, estou colocando um resumo da coletiva dada ontem pelo treinador Mike Nolan, na qual ele respondeu algumas questões sobre a performance desse time, particularmente no que se refere ao ataque.


Fraco jogo corrido - "Tem a ver com nosso adversário e com nossas inconsistências. Vai melhorar. Tenho muita confiança em nossa linha ofensiva. Ainda é muito cedo. Cada jogo é diferente do outro. Nosso objetivo é vencer o jogo e sermos produtivos. Os times colocam 8 jogadores 'in the box' e nós ainda assim corremos. Eu avalio o jogo corrido por sua eficiência em nos ajudar a vencer e não pelas suas jardas."

Play calling conservador - "E não acho que eu seja conservador. Não acho que ir pra o jogo num 4a pra 1 na linha de 43 jardas seja conservador. Ao mesmo tempo, isso pode ser idiotice. Eu gosto de pensar que, quando tomamos essa decisões, nós o fazemos porque as chances de sucesso são boas. Eu acredito que os comentários em relação ao playcalling se refiram a quando nós recuperamos a bola com 1 st down de distância para o field goal. A intenção era manter o cronômetro rolando. Como voc6es viram, Alex fora sackado 4 vezes até aquele ponto. O que eu pensei foi que tudo que nós precisávamos era conseguir mais um 1st down para que Joe (Nedney) pudesse chutar. Tentar um passe na endzone e parar o cronômetro seria tolice na minha opinião. Tínhamos que fazer com que eles gastassem os timeouts. Se tivéssemos conseguido uma nova 1a descida, o jogo estaria ganho. Mas não conseguimos, e uma penalidade nos pôs em uma 1a para 15. Mas, como eu disse, eles 's tinham 2 timeouts. Se eu tivesse dado mais um ao tentar um passe, eu tiraria o jogo do controle dos nossos jogadores."

Se o rótulo de "conservador" o incomoda - "Não. A primeira coisa que me vêm a cabeça são as expectativas. Agora se espera que vençamos, então agora eles estão discutindo como nós vencemos. Antes todos ficavam felizes só em vencermos. Isso mostra que estamos no caminho certo."

Confiança em Alex Smith - "Se nós tivermos que vencer como contra o Arizona, quando perdíamos até o final do jogo, então nós deixamos que Alex assuma o comando. Essa semana nós estávamos ganhando. Para mim, tentar forçar o jogo quando você já está na frente é tolice. Mas, como eu disse, isso mostra que as expectativas mudaram. Isso significa muito para mim. Eu não espero que Alex nos leve até o título. Eu já disse isso várias vezes. Eu espero que Alex faça seu trabalho e nos ajude a vencer os jogos. De alguma forma, nós estamos 2-0. Ele nos ajudou a vencer esses jogos. Ele não tem cometido muitos turnovers. Ao mesmo tempo, eu espero que ele dê a bola para nossos recebedores. Mas o nosso ataque não depende de um jogador, apenas. Não depende nem mesmo de Frank Gore. Quando Gore tem a bola eu espero que ele corra bem. Eu espero que quando nosso recebedores pegam a bola, que eles façam algo com ela. E espero que Alex dê a bola para esses jogadores. Fora isso, minha expectativa com relação à Alex é que ele melhore a cada semana."

Jim Hostler na lateral do campo - "Se eu achasse que isso tem alguma a ver com nossos problemas no ataque, eu teria tomado uma atitude ainda durante o jogo. Mas não tem e eu vou dizer por quê. Frank Cignetti (treinador de QBs) fica na cabine. Ele faz um trabalho tão bom quanto qualquer otro com quem já trabalhei. Eu os ouço pelo fone. Ele têm ótimos olhos para a cabine. Jim ficando no campo dá a ele a oportunidade de falar cara-a-cara com Alex. Eu tenho muita confiança nisso."

Por que Vernon Davs não recebeu mais passes - "Eu acredito que ele algumas vezes estava livre e não recebeu a bola. Como eu disse antes, nós deixamos de ganhar algumas jardas nesse jogo. Vernon tem de continuar fazendo seu trabalho e as oportunidades irão surgir. Ele tem de estar preparado."


Por que os passes não estão chegando até os recebedores - "Pode ser por problemas na proteção, às vezes. Em outras, Alex pode não tê-los visto. Quando se fala em prteçào, nem sempre é a linha. Às vezes, é um back. Outras vezes é uma rota. Todos têm responsabilidade."

3 comentários:

Allan disse...

Valeu Gabriel.

Não tive chance de ver/ouvir a coletiva e no seu resumo havia informações que eu não tinha lido a respeito.

Muito vagamente me parece que o Nolan percebe que existem problemas no ataque mas não quer criticar os comandados em público e espera fazer pequenos ajustes ao longo da temporada.

Tomara que seja isso.

Ricardo disse...

Allan, foi oq eu notei tbm. Percebi q ele falou deu a entender q era a OL mas nao quis criticar mesmo.

Gabriel Mury disse...

Allan e Ricardo, acho que é isso mesmo.

Eu usei algumas transcriçòes da internet e também coloquei algumas coisas que eu lembrei, já que eu assisti à coletiva ao vivo. E uma coisa que me chamou a atenção foi exatamente como o Nolan é hábil pra se livrar de polêmicas. Ele critica a OL, o Alex Smith e os WRs, mas quem lê rápido até tem a impressão que ele não criticou ninguém. rs