25/09/2007

49ers corta o WR/PR Brandon Williams e assina com WR/KR Michael Lewis

Numa decisão surpreendente, o 49ers cortou o WR/PR Brandon Williams, a fim de abir espaço no roster para o WR/KR Michael Lewis, um veterano ex-jogador do New Orleans Saints.

Como eu disse, foi uma decisão surpreendente, já que Williams foi uma escolha de 3a rodada do draft de 2006 e seu posto no time não parecia em risco. Bom, então agora é oficial: Nolan e cia já possuem seu primeiro "bust".

Já Lewis chegou a se nomeado para o Pro Bowl pelo New orleans Saints em 2002. O que deve ter pesado em sua contratação é o fato de Al Everest, treinador do Special Teams do San Francisco, ter sido seu técnico em new Orleans por 4 anos.


***

O Niners também anunciou nesta terça a contratação do LB
Tyson Smith para o Practice Squad. O time tinha uma vga aberta no PS já que promovera o FB Zak Keasy para o roster principal.

12 comentários:

Allan disse...

SENSACIONAL!!!!

Brandon Willians realmentenão estava acrescentando nada nos retornos.

Era só fair catch e olha lá.

William disse...

Não sei se um retornador de 35 anos irá fazer alguma diferença nos retornos dos 49ers...mas... não dá nada não tentar

Ricardo disse...

Se conseguir um av de 10 jardas ja esta no lucro. MAs eu acho q precisamos seriamente de pelo menos um WR bom.

Rodrigo disse...

Surpreendente! Por mais q o cara tenha 35 anos, contanto que ele não cometa fumbles e consigo alguns avanços de vez em quando, já é alguma coisa! Tinhamos q trazer um especialista p/ ser KR/PR, vide Rams e Steelers q trouxeram Dante Hall e Allen Rossum respectivamente. Vamos ver q bicho dá!

Rodrigo disse...

Agora temos 2 Michael Lewis + o Keith Lewis! =P

Allan disse...

B. Willians tava com 5.6 jardas de average. Vergonhoso.

Além de vários fair catchs desnecessários, o fumble contra os Rams e por aí vai.

E como WR era uma nulidade também.

Allan disse...

Eu acho que WR ainda não é a prioridade. Temos um corp razoável. Não bom, mas aceitável.

Precisamos mesmo é de uma O-Line que funcione.
Contra o Steelers vimos a diferença que isso faz.

A O-line deles deu show, e abriu espaço pro jogo corrido com o Willie Parker e depois o Ben Roethlisberger (bem protegido) aniquilou a gente no 2º tempo com o TE nas rotas intermediárias.

Ou seja, eles nem precisaram usar os WRs que foram praticamente nulos contra nossa secundária.

Se nossa O-line começar a jogar direito, teremos um jogo corrido forte com Frank Gore e uma excelente ameaça aérea com os TEs Vernon Davis e Delaine Walker.

Nesse caso os WRs (D-Jax e Arnaz Battle), sem precisarem ser o primary target, dão conta do recado com algumas recepções.

Gabriel Mury disse...

Allan eu discordo em relaçào as prioridades por um motivo bem simples: a solução para a Oline pode estar no próprio roster do Niners. Está chegando a hora de caras como Adam Snyder, David Baas a até Tony Wragge (caso o Heitmann continue mal) entrarem no time. Teríamos que então correr atrás de apenas de bons reservas.

Quanto aos WR, acho que precisamos sim de um #1 legítimo. O Alex ta tendo que se virar com um grupo onde o único consagrado, D-Jack, é avesso a treinos e portanto não consegue criar uma boa química com o QB, além de ter uma das lesões mais enjoadas para o jogador de futebol, o tal do hiperextended turf toe, ou seja, uma espécie de distensão no dedão. O Deion Sanders depois que teve isso nunca mais foi o mesmo.

Quanto aos demais, pra mim Battle tem que ser o possesion receiver, o número #3, aquele para o qual o QB olha numa 3 para 4.

Quanto a Lelie e Jacobs, é só ver o último jogo. Na única chance que teve, o Lelie nem pra se esforçar um pouquinho.

Já o Jacobs o negócio é mais sério do que eu pensava. Eu escrevi na minha análise do jogo que a culpa da INT foi dele. Eu estava certo, mas eu errei a razão pela qual ele não correu a rota certa.

Eu presumi que ele tivesse simplesmente entendido a jogada errado, não tivesse ouvido, sei lá. Aí tivesse corrido umas 5 jardas a mais. Qual não foi minha surpresa quando li no blog do Maiocco que na realidade aquela era uma option route, e que ele (Jacobs) leu a defesa completamente errado! Isso é terrível, sabe quando o Alex vai ter confiança nele de novo para uma próxima option route? NUNCA.

Então, acho que precisamos de um WR sim, para ser número 1. Ah, e não se surpreendam se Nolan acionar o Jason Hill dentro em breve.

Rodrigo disse...

Eh, andei lendo no blog do Maiocco q se o Hill estiver 100%, possivelmente vai participar de alguns snaps.

Tb concordo que falta um WR #1 no nosso time! Alguém que imponha respeito, tipo um Chad Johnson, um Torry Holt, um TO(Gabriel deve estar me xingando horrores agora!). Alguém q abra espaço na secundária deixando o WR #2 e os TEs livres p/ jogar.

Com relação a OL, achei q tivessemos uma das melhores OLs da liga, principalmente por causa do nosso depth. Se temos depth, temos que usá-lo! Não vai ser o que todos nos queríamos, mas alguma coisa tem que ser feita p/ podermos encaixar no jogo corrido e deixa o Gore conquistar as 2 mil jardas dele!

Allan disse...

Gabriel,

Na verdade nós concordamos.
Quando eu disse que a O-Line deveria ser prioridade, eu não me referi ao draft e sim a ocorrerem mudança nos jogadores imediatamente.

Também acho que tá na hora de Baas e Snyder serem utilizados. Afinal, os titulares não estão redendo e usamos draft picks importantes neles. Precisamos saber se vão corresponder ou não à expectativa e a hora é agora.

Quanto aos WRs, também acho que falta "o cara", mas acho que até dá pra levar. Já com essa O-line não dá.

Hill é uma esperança daria espaço para usarmos o Battle como #3 e nos KR/PR.
Pensei também de termos VD como WR nas rotas curtas e o Delaine Walker como TE titular.
Sei que a chance é zero, mas que poderia funcionar, poderia...

Allan disse...

E tem o Kwame Harris tb.

Ou seja,opção para mexer na O-line nós temos.
Deixar assim é que não dá.

Aliás, no blog do Maiocco ele cita uma reportagem da ESPN que explica bem o meu sentimento durante o jogo, que inclusive comentei num posto anterior: a O-line dos Steelers acabou com a gente e a nossa ficou devendo. E muito.

Bruno disse...

Adeus Mr. Fair Catch. =D


O problema da OL é quando Larry Allen vira nosso pior jogador num jogo. Ele foi ridiculamente batido pelos LBs do Steelers, aparentemente não reconhecendo nenhuma das blitz do 3-4 deles.